Molhados

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Coincidências?

Acho que alguém, seja lá quem for, Deus, anjo da guarda, espírito protetor, enfim, no que cada um acredita, brinca com a gente. Aí surgiu o nome: Coincidências. Certo que algumas coisas que acontecem, do nada, são provas de que de vez em quando armam contra (?) nós. Tá tentando esquecer alguém há meses, aí começam a aparecer aqueles sinais, aquela música do nada, aquele perfume do nada, alguém com o mesmo nome do nada, e tudo mais que acontece, do nada, e põe por água abaixo todo o processo de esquecimento.Coincidências tem prós, tem contras, mas o fato é que mexem com a gente. Aguçam nossos sentidos, nos explodem, nos torturam e nos vencem pelo cansaço. Os prós? O pensamento (inocente) que provocam na nossa mente: Será que é coincidência? Será que é o destino? Prolongam espectativas. Argh! Entrego meus pontos às coincidências. Pra mim são só coincidências. Mesmo suspeitando de um possível parentesco com a saudade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário