Molhados

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Máquina de lavar roupas

Tudo bem. Aceito a opinião de quem diz que "o tempo cura tudo". Quando era criança, até me convenceram disso. Mas hoje não. Não faço nem questão de pensar nessa possibilidade. Pra mim, o tempo é como uma máquina de lavar roupas. A lama, aquela coisa entranhada, ela não limpa. Tal qual o tempo "não" cura tudo.
O fato é que as máquinas de lavar evoluíram. Lavam (umas três vezes), enxaguam, centrifugam e secam. Mas é só jogar uma roupa muito suja ali dentro que, toda eficiência some, deixando algum resquício de mancha. E o tempo... Segue o mesmo caminho. Lava nossa alma, centrifuga nossos sentimentos e nos seca por inteiro.Também deixando suas manchas.
Prefiro sustentar minhas teses... Máquinas de lavar roupas não resolvem tudo. Não juntam as roupas espalhadas no chão do quarto, não tiram toda sujeira e não mandam para o varal. O tempo não junta nossos pedaços espalhados pelo chão nos momentos mais difíceis, não tira de nós o que mais nos dói e sozinho não resolve nada.

Por mais que evolua. Por mais que passe. Exigem atenção e uma ajudinha nossa. Manchas exigem um olhar especial, produto especial e cuidado especial. Manchas devem ser levadas a sério, não deixadas de lado para que sequem e se tornem manchas eternas.

Pra mim, o tempo é como uma máquina de lavar roupas. A lama, aquela coisa entranhada, ela não limpa. Tal qual o tempo "não" cura tudo.

14 comentários:

  1. Mas lembre-se: a vida é dinâmica! Uma semana boa!

    ResponderExcluir
  2. Muito boa a analogia. Concordo com você, tem ferida, que nem o tempo consegue cicatrizar.
    Bjux

    ResponderExcluir
  3. Ana, queridaaaaaaaa!!

    Saudadeee daqui, de você!!

    E olha, que eu li esse texto e é bemmm por ai.

    A lama, o que fica impregnado (na alma), nada lava.
    Nada tira....

    Lindooooooooo!!

    Um abração meu!

    ResponderExcluir
  4. "... nos seca por inteiro" Trocadilho muito bem pensado.

    ResponderExcluir
  5. -Ana, muitas vezes apesar das manchas, uma maquima quebra um galhão...rsrs

    Vc sabe o quanto admiro o teu blog, poderia escrever uma simples frase, amaria na mesma intensidade. As vezes fico ansioso pra saber quando vai escrever a próxima postagem... é sério rsrs!

    de certa forma minha roupa está na máquina... molhada!

    ResponderExcluir
  6. Ana,

    que texto lúcido. É verdade... Adorei! De uma forma simplificada você demonstra algo bem complexo e profundo. Uma assepsia de sentimentos, do espírito mesmo. Obrigada.

    Carinhoso beijo e ótima semana.

    PS: Adorei seu comentário rsrs.

    ResponderExcluir
  7. Adorei a analogia: simples, super contemporânea e bem humorada - tudo o que eu mais gosto aqui! Mas confesso que tenho certo carinho pelas manchas que o tempo tem deixado em mim. Essas manchas revelam por onde passei e me fazem lembrar de lugares em que eu não devo voltar e outros em que sempre é bom regressar...

    Nem precisa se desculpar. A correria é grande mesmo pra todo mundo. Lá no reticências você será sempre bem vinda, a hora que for, o tempo que levar pra aparecer! Às vezes nem eu apareço por lá de tanto corro! :o)

    Uma feliz semana pra você! Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Na verdade o tempo não cura tudo, todas as feridas, apenas esconde, tanto que em certos momentos elas, as feridas, se mostram e abrem um pouco mais.Lindo texto, obrigado pelo carinho da visita, voltei para ler-te novamente,já te sigo, beijos.

    ResponderExcluir
  9. Concordo com você, algumas roupas não ficam mais as mesmas depois de serem sujadas...

    Mas outras podem voltar a ficar nova.

    Beiijooos

    ResponderExcluir
  10. Ana. Esta analogia foi perfeita. Gostei demais. Concordo plenamente sobre a insuficiência do tempo em algumas questões. Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Sim; como o tempo não cura a dor que sentimos; a maquina não lava por completo a louça suja *-*
    Bem lindo seu post :*
    Amei vou estar sempre aqui ..

    http://fersilverio.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. O que posso te dizer sobre isso????
    Que você ta certa.
    É uma comparação imcomum mais com certeza caiu como uma luva...

    Grande beijo.
    Thaty
    Pedaços do Cotidiano
    http://pedacosdomeucotidiano.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Obrigada pela visita em meu blog :D
    Perfeito esse texto! Parabéns!

    "Manchas devem ser levadas a sério, não deixadas de lado para que sequem e se tornem manchas eternas." *-*

    Já estou seguindo. Beijo :*

    ResponderExcluir
  14. É, ainda não inventaram um Vanish para a nossa vida, para tirar as manchas que não queremos mais. Reforço o que você disse, o tempo não cura nada, nada mesmo, pois comigo passou e a dor está aqui dentro, bem viva.

    ResponderExcluir