Molhados

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Uma letra?

Bem, não sei se já disse aqui, mas, sou louca por letras de músicas. Gosto de escutar e ficar analisando as palavras, as entrelinhas, enfim, o conteúdo, que é o mais importante (pelo menos pra mim). Entre um post e outro vou postar algumas letras que são importantes de alguma forma na minha vida e que são lindas. Vou postar só a letra, então aconselho a quem gostar dela, tentar ouvir também. Essa aqui, é a letra da música "Igual a você" da banda gaúcha Nenhum de Nós, que gosto muito e que vale a pena conhecer (aqueles que não conhecem, claro). Por que essa letra? Não sei. Veio do nada a idéia do post e do nada veio a música. =) Além disso, tem todo um sentido lindo, sobre as coisas inexplicáveis que acontecem numa relação mesmo depois do fim, como a permanência das lembranças boas. Espero que gostem.

Igual a você/Nenhum de Nós

Eu sei que nós dois éramos bons amigos
Você conhecia meus medos escondidos
Eu guardava segredos proibidos
Estávamos ligados, comprometidos

Algumas vezes menti pra te proteger
Você me fez fugir quando o melhor era mesmo correr
Eu fazia você sorrir na hora exata de chorar
Você me ensinou a pedir quando eu insistia em mandar

Agora você tem novos amigos
Normal que um dia isso fosse acontecer
Só não me faça te odiar.
Não me peça para esquecer
Não espere que eu seja igual a você

Algumas vezes menti pra te fazer correr
Você me fez fugir só pra me proteger
Eu fazia você sorrir quando insistia em mandar
Você me ensinou a pedir na hora exata de chorar

Agora você tem novos amigos
Normal que um dia isso fosse acontecer
Só não me faça te odiar.
Não me peça para esquecer
Não espere que eu seja igual a você.


domingo, 24 de outubro de 2010

Sua vida e seus atos são um livro de infinitas páginas
que eu leio e releio
enquanto você se limita à página dois.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Ainda tenho a intensidade como algo predominante aqui dentro.
E intensamente sigo.
Dias intensos.
Pessoas intensas.
Eu.
Intensa.
Sentimento.
Força.
Fé.
Não quebraria meu coração por momentos mornos.
Movo-me.
Corro.
Escrevo.
Amo.
Canto.
Sonho.
Intensamente.
Como deve ser meu caminho.
Como vai ser.
Não saberia frear nas curvas e esquecer as placas que vi.
Acelero e vivo mais.
Coração e cola quente combinam sim.
São intensos.
São tão eu.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Texto do Sr. Reticente do blog Essas e outras reticências. Achei o texto lindo e verdadeiro. Composto de palavras que às vezes me faltam mas que expressam coisas que sinto e acredito. Pedi pra postar aqui no Molhe-se e então a autorização veio como presente de aniversário. :) É o primeiro texto postado que não é meu, mas como disse a ele, tenho um carinho muito grande por tudo que ele escreve lá. Não deixem de visitá-lo. Bem, só pra explicar. Eis o texto:



Exercício sobre um lugar comum chamado Amor

Porque no fim das contas o que une as pessoas é o amor - é clichê, mas é a mais pura verdade. E o amor que tanto buscamos não está nos outros, está em nós mesmos. Quando sabemos quem somos; quando aproveitamos nossas dúvidas, fraquezas e fracassos para aprender sobre nós e sobre os outros; quando a dor é compreendida como um estágio e não como algo definitivo; quando aprendemos que olhar nos olhos pode valer muito mais do que qualquer palavra bonita; quando descobrimos que a solidão não é condenação e sim contato consigo mesmo; quando o presente é mais interessante do que um passado frustrante e um futuro sombrio, aí sim estamos aptos a amar! Aí sim, atrairemos quem tem amor pra dar, amor de quem quer nosso bem simplesmente, mesmo que não fique pra sempre. Portanto, não se deixe enganar, não se lamente nem tenha pena de si mesmo por não se encaixar no que vendem ou exigem lá fora. É balela, é furada! Não posso sentir sua dor por você, pelas limitações que você tem, nem dizer que a sua dor é maior que a minha e vice-versa, pois cada um sabe onde lhe dói, mas acredito que ninguém sofre nada que não possa aguentar! Portanto, seja firme, seja confiante, seja alegre, seja amor e nunca será solidão!

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Presentinhos de aniversário





O Molhe-se nem estava de aniversário ainda, mas dia 08/10 recebeu de presente o selo "Blog Flor de Primavera" da querida Lets, do blog Lets Me. Aí, já de aniversário, recebeu o mesmo selo da Zil, do blog Recomeçar e também recebeu do Arnoldo Pimentel, do blog Ventos na Primavera, o mesmo e outros três selos. Presentão não é? Como é pra mim a presença deles aqui no Molhe-se.

Obrigada pelo carinho e pelas indicações. O selo "Blog Flor de Primavera" tem a seguinte regra:

1. Dizer 5 coisas que você ama.
2. Indicar para no mínimo 5 blogs.
Às regras então:
1. Amo Deus, minha família, meus amigos, leite condensado e o Molhe-se (amo muito outras coisas, mas foram essas que vieram na cabeça em tempo recorde, hauhauauha).
2. Indico esse e os outros três selos aos blogs:
Memórias Reveladas da Renata Diniz
Meu mundo inteiro da Thiara Ribeiro
Let Me Go da Monnie Lobo
Novas Estações do Wanderley Elian

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Parabéns pro Molhe-se!

Hoje, dia 12/10, o Molhe-se completa 1 ano de existência! Ah! Isso não é lindo? Algo que tu faz, gosta do que faz e não perde o ânimo nunca? Amo o Molhe-se, e nesse 1º ano ele serviu pra tanta coisa nessa minha vida... E o que é melhor, pra vida de algumas pessoas que vem aqui e gostam do que encontram. E é por mim e por essas pessoas que o Molhe-se continua crescendo e encantando. Então a todos vocês, obrigada pelo carinho. Cada um tem uma parte aqui, seja por seguir, comentar, ler e etc... Obrigada de coração a todos vocês. E, parabéns ao Molhe-se!



segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Para os melhores amores do mundo

Descobri cedo que não combino com certas coisas. E porque é cedo é que tive sorte. Ah, não me bastaria uma vida que não é minha, com pessoas que nunca foram minhas. Aí você me diz: Pessoas não são umas das outras. Aí eu digo: Meus amores são sim. Todos meus. Verdadeiros amores são esses, os que ficam em nós, que se doam pra nós. Meus amores são meus amigos (poucos mas belos), minha família louca e meus sonhos mais intensos. Amores que são meus. E por descobrir que não combino com certas coisas é que pude escolher com o quero combinar. Quero combinar com isso de ser livre e de se desprender do que não me acrescenta mais. Quero combinar com isso de ser quem eu sou e com isso de dizer adeus sem olhar pra trás.
Combino com isso de dizer eu te amo sem temer. De amar meus amores que são meus... Melhores amores.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Pra mim mesma

Ás vezes é você com você mesmo. Sem intermediários. Sem ninguém para culpar. Sem intervalo entre o 1º e o 2º tempo. Você e o tempo que te resta para os sonhos. "Não disperdice o tempo como se ele fosse eterno". Quando você tem tantas chances nas mãos, percebe que só teu sonho te acompanha na batalha de vencer. No final das contas... É você e ele. Tente não decepcioná-lo, ao menos acredite.