Molhados

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Ser humana demais, amor demais, me consome muito. Some com toda capacidade de olhar pro lado.
Some com toda calma e vontade de dizer até logo. Ser humana demais me exige todos os superlativos possíveis. Exige amor, exige você. E exige que eu nasça e morra todo dia.
Quando perco o chão, restam alguns cacos.
E então vem essa fé.
Essa fé que só os humanos demais sentem.
Essa fé que só o meu amor consente.
E eu me gasto nessa minha vida de sentir até os ossos.
De apertar forte e dizer "te amo".
E então quando uma vida nova me é dada,
olho pro céu e sigo em frente.
Com a certeza de que ser humana demais, amor demais, me consome mesmo.
Mas me faz ser a pessoa mais leve e feliz que conheço.



"... é que eu preciso dizer que te amo
te ganhar ou perder sem engano.
É, eu preciso dizer que te amo, tanto."
Cazuza

16 comentários:

  1. É por isso que somos esse turbilão de ações, de gestos, de fragmentos. Somos tudo isso e ainda um pouco. Somos essa porção do "Demais" embargado na garganta do amanhã!

    Molhei minha careca Ana...rsrs

    rafah!

    ResponderExcluir
  2. O dia que amarmos sem sermos interrompidos pelo apego, talvez só aí, amaremos de fato...amar trás um si um quê de egoísmo: amamos por que queremos ser amados...quando perderemos isso?
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Alá Ana
    Amor tem que ser intenso, mesmo que doa.
    Bjux

    ResponderExcluir
  4. 'E exige que eu nasça e morra todo dia.
    Quando perco o chão, restam alguns cacos.'

    Que lindo Ana!

    E apesar de tudo isso, continuo querendo ser humana aos extremos, amando e vivenciado tudo com a máxima intensidade das coisas.

    Minha querida tenha uma linda semana!
    Bjs & abraços!

    ResponderExcluir
  5. Olá,Ana!Andei meio perdida daqui,mas vi um comentario teu e passei aqui pra te dar um oi.Pois é eu sou assim humana demais, sensível demais, intensa demais,mas que graça tem a vida se não vivermos cada minuto de forma intensa?
    Uma ótima semana!
    Bejosss

    ResponderExcluir
  6. Oi Ana,
    passando pra agradecer a visita encontro esse post tão fofo *-*
    adorei, adorei...
    "Essa fé que só os humanos demais sentem."
    Perfeito, viu
    Beijo, e ótima semaana pra ti tb ;*

    ResponderExcluir
  7. Querida Ana,

    "Ser humana demais, amor demais, me consome muito. Some com toda capacidade de olhar pro lado.

    Some com toda calma e vontade de dizer até logo. Ser humana demais me exige todos os superlativos possíveis. Exige amor, exige você. E exige que eu nasça e morra todo dia."


    Menina....Que texto!!! Este guardo pra sempre!


    Beijos com carinho e ótima semana amiga.

    ResponderExcluir
  8. Texto gostoso de ler.
    Se não for sofrido, não é amor. Se não for desgraçadamente doído, não é verdadeiro.
    Estou com você e não abro!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Ana amiga muito lindas suas letras como e bom poder leerla outra vez .. o amor sempre tem que ser grande real verdadeiro entregado 100% ... muito linda sua entrada..

    saludos
    otima semana
    abracos de coracao

    obrigado pela sua linda amizade

    ResponderExcluir
  10. E apesar de muitas vezes me fazer em cacos pelo chão,ainda me orgulho de ser humana demais,de sentir demais.

    Lindo,lindo e lindo!

    Beijos*

    ResponderExcluir
  11. Acho que todo post que exalte o amor é válido até porque é o único sentimento verdadeiramente forte capaz de salvar a humanidade de si mesma. Linda semana. Beijoooooos.

    ResponderExcluir
  12. Me apaixonei pelo desenho nos dedinhos....

    ResponderExcluir
  13. se é para amar, que seja com toda intensidade. Se é pra viver, que se viva amando, e se for pra morrer, que se morra de amor. Tantas vezes forem necessarias morrer....

    ResponderExcluir
  14. Ana! Combinação perfeita: fatos e imagem lindos! Ótima semana. Bjão!!!!

    ResponderExcluir
  15. “Ser humana demais”, nos fez ser grandes amigos. Através da nossa amizade podemos ler o nosso trabalho reciprocamente, apesar de estarmos, de certa forma distante. Mas a tecnologia resolveu a questão da distância, e, estamos aqui discernindo as nossas idéias.
    Muito obrigado pela sua bela visita. Que você também tenha uma “meia” semana com muita luz no coração!
    Beijos!...

    ResponderExcluir
  16. Aninha, minha linda,

    Consumir-se por exagero de humanidade é o que nos cabe. Sejamos leves e felizes.

    Bjocas

    ResponderExcluir