Molhados

segunda-feira, 28 de março de 2011

Pra colar na parede

Não precisamos apenas merecer. Precisamos ir além.
Além dos nossos esforços, da nossa capacidade, da nossa dedicação, da nossa disciplina e competência.
É dever de cada um sustentar seus sonhos e honrar seus planos.
Não precisamos apenas merecer. Precisamos idealizar.
Idealizar nossos trajetos, nossa alegria, nosso momento e nossa vida.
Sempre nos será exigido muito mais.
Todos merecem.
Nem todos constroem a escada com degraus sólidos e puros.
Sejamos muito mais...
Esforço, capacidade, dedicação, disciplina e competência.
Sejamos ímpares na condição de merecedores e colheremos a recompensa.

terça-feira, 15 de março de 2011


Eu escolhi gritar o que sinto. Então não se espante se eu pintar
sua rua com minhas frases feitas e meu amor surrado.
Sou mesmo feita de palavras que não couberam nos romances.
Desse amor que virou saudade e que vira amor de novo a cada nascer do sol.
Não se espante querido, se eu ligar de madrugada, fazer serenata, promessa fiada pra esse amor durar.

quinta-feira, 10 de março de 2011

Saudade boa

Há alguns dias senti uma coisa boa aqui dentro, aquela história de lembrar de momentos que passaram, pensar no saldo positivo e reviver sensações que nos deixam extremamente felizes. Me peguei com essa alegria no meu peito, essa paz, essa brisa colorida e esse som bom.
Saudade também é isso
, também provoca riso, ainda que a vontade de agarrar aquela cena da memória seja infinita. Sentir saudade boa é rir sozinho, é mentalizar carinho e abraçar forte um travesseiro, jurando pra si mesmo que sente o cheiro de alguém. Bem, é quase inexplicável e indescritível. Fechei os olhos e pensei nas pessoas que me causam esse sentimento. E cheguei à conclusão de que poderia postar só o título e uma foto da aqui, que tudo estaria perfeito: Renata = saudade boa. A conheci há uns 9 ou 10 anos, estudamos juntas no ensino médio. Bons tempos foram aqueles. Das colas nas provas, das aulas matadas, das massagens durante a aula (sim, eu fazia massagem nela), das brigas com os professores, das proezas que a gente conseguia e que acho melhor não contar aqui. Haha. Quando ela teve que mudar de cidade, doeu tanto e um pedaço de mim se foi com ela. E então percebi e aprendi que amigos diziam te amo sem medo. E que esse amor é incondicional. Sempre gostou de colo, de abraço, de carinho. Sempre foi linda, a mais linda, inteligente, sincera, querida e... enfim, a é tudo de melhor que alguém possa ser. Entre todas as qualidades, ela é alegre, é uma vida que não cabe no corpo. Alegria sem medida, felicidade em saber aproveitar o que o destino coloca à frente. Vai ser a advogada, juíza ou o que for, mais bela e ensolarada que poderá existir. E é bem isso, saudade boa e amada, que todos os anjos continuem cuidando do teu caminho, te enchendo de paz, luz, amor, alegria e sorte. Vejo um solzão na Rê, e em mim, todo amor que houver nessa vida.

quarta-feira, 2 de março de 2011


Não julgue meu coração. Não traia suas emoções.

Razões. Tenho as minhas.

E então estarei por perto quando seu peito estiver aberto.

Confio cegamente nessa percepção louca e suicida que me arremessa em você.