Molhados

sábado, 2 de junho de 2012


534994_203202493115933_100002785518228_250505_25489732_n_large                               



     ... porque cansei de ser a outra metade, o que completa.

       Cansei de ser a direção, a bússola, os avisos na tua                                       contramão.

                                   



sexta-feira, 6 de abril de 2012

Alguma coisa fica. 
Não temos botão liga / desliga pra deixar de se importar.



domingo, 12 de fevereiro de 2012

E eu tenho outros planos,
outros sonhos.
Não espero nada do amanhã, meu bem.
Mas espero lembrar de mim quando esquecer de ti.

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Vai.
Se acostumar com o que não é mais teu. 
Velar o sono que não sonha mais contigo. 
Sorrir para os lábios que já não se abrem.
Vai.
Proteger o que não te faz mais abrigo.
Correr ao encontro do que caminha na direção contrária.
  Segurar as mãos que há tempos se soltaram das tuas.
Vai.
Ver de perto o que restou de dois mundos que já foi um só.
Esgotar todas as tuas forças contra a inércia anunciada.
Jogar a prorrogação de um jogo perdido.
Vai.
Adoça a boca prevendo o amargo.
Doa. Abraça. Acalma. Ama.
Vai.
Fui.

sábado, 28 de janeiro de 2012








Acabou as férias (leia-se falta de inspiração e foco).

PS: Desculpem-me todos pelo abandono. =)